Em linhas gerais.

May 22, 2009

O caminho da obediência

Filed under: Uncategorized — feresdaniel @ 11:28 am
Tags:

Ao estudar a Palavra do nosso Senhor com cuidado e com revelação do Espírito Santo podemos constatar lições preciosíssimas que se aplicam á nossa caminhada cristã.

O livro de Hebreus é um relato muito rico sobre a soberania de Jesus Cristo. O livro declara que Jesus é melhor que personagens bíblicos como Moisés, que tirou o povo de Deus da escravidão no Egito. Declara que Jesus Cristo é maior do que o sumo sacerdote, e que ao fazer a nova aliança com o homem ele se torna o maior sumo sacerdote.

No velho testamento, ou seja, na antiga aliança, o sumo sacerdote era a pessoa que mediava as relações do homem com Deus. Era essa figura que fazia os sacrifícios ao Senhor. Era o sumo sacerdote que levava os homens a Deus e intercedia por eles.
O livro de Hebreus diz que Jesus é o maior sumo sacerdote e que pela nova aliança, o próprio Cristo nos leva a um acesso direto com Deus. Isso é maravilhoso!

Ora! O próprio Cristo nos diz: “Eu vim para que tenham vida, e vida em abundância” (Jo 10. 10)
Jesus se entregou na cruz por mim e por você, esse sacrifício foi para nos dar vida, para nos libertar e nos dar acesso ao Deus Pai por intermédio do Filho.

A nova aliança veio para quebrar os paradigmas da antiga. Para libertar o homem de rituais, veio para separar o véu e nos dar novidade de vida em o Nome de Jesus. Amém por isso…

Muitas vezes na nossa caminhada diária, nos esquecemos da importância desse sacrifício. Ao ler o livro de Hebreus, o Espírito mostra alguns pontos para a nossa edificação.

1. Não negligencie o sacrifício de Jesus.

Isso é muito sério. No capítulo 2, versos 1 ao 4. diz:

“Portanto, convém-nos atentar com mais diligencia para as coisas que já temos ouvido, para que em tempo algum nos desviemos delas. Porque se a palavra falada pelos anjos permaneceu firme, e toda a transgressão e desobediência recebeu a justa retribuição, como escaparemos nós, se não atentarmos para uma tão grande salvação, a qual , começando a ser anunciada pelo Senhor, foi-nos depois confirmada pelos que a ouviram; testificando também Deus com eles, por sinais e milagres, e varias maravilhas e dons do Espírito Santo, distribuídos por sua vontade?”

O texto exorta ao crente de que devemos observar e vigiar para não cairmos ou desviarmos do caminho que leva á salvação. O sacrifício de Jesus foi para restaurar a comunhão do homem com Deus. Não despreze isso.

Se você não desprezar isso, o Senhor testificará aos nossos corações por sinais e milagres e dons do Espírito Santo. Não devemos esquecer, ou diminuir a morte de Cristo.

“Vede irmãos para que não haja em qualquer um de vos um coração mau e infiel, para se apartar do Deus vivo. Antes exortai-vos uns aos outros todos os dias, durante o tempo que se chama Hoje, para que nenhum de vós endureça pelo engano do pecado.” (Hb. 3. 12 a 14).

Veja quão rico é este conselho. Um coração mau e infiel nos distancia de Deus. Eis a pergunta.
Como não se apartar de Deus? Exortando uns aos outros todos os dias para que não sejamos endurecidos pelo engano do pecado.
A unidade é fundamental para a saúde do corpo de Cristo, não podemos pensar que podemos seguir a caminhada cristã sozinhos. O pecado engana. Precisamos andar em unidade de espírito para que sejamos fortes contra o pecado.

2. Nada fica encoberto aos olhos do Pai.

Deus conhece o coração do homem. O salmista Davi diz que o Senhor sonda e conhece os corações, de modo que a palavra ainda nem nos chegou á boca, mas o Senhor já a conhece toda. Portanto não podemos alimentar em nossa alma o sentimento de que o que pensamos fica encoberto em nós mesmos. O Senhor Deus nos conhece. Ele nos fez, e nos fez á sua imagem e semelhança.
A palavra de Deus – a bíblia – é alimento para o cristão; e somente com ela poderemos alcançar um nível mais alto de conhecimento e comunhão com o Senhor.

Hebreus 4. 12 diz:
“Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas,e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração”

Somente pela palavra podemos ter revelação do que é preciso mudar em nossas vidas, é ela que molda o nosso caráter, que nos dá transformação de vida por que a palavra do Senhor opera em nós.

O verso seguinte diz:
“E não há criatura alguma encoberta diante dele; antes, todas as coisas estão nuas e patentes aos olhos daquele com quem temos de tratar.”

É preciso ter consciência de que Deus nos conhece; e que não é possível se esconder de Sua presença. É maravilhoso pensar que Deus, mesmo nos conhecendo, perscrutando os nossos pensamentos humanos, e observando os nossos atos, ainda tenha misericórdia de nós e nos ame ao ponto de ter se feito carne e sofrido as aflições da morte para nos resgatar da condenação.

3. O sacrifício de Jesus nos possibilita o perdão e misericórdia se nos achegarmos a Ele.

Jesus ao se encarnar na forma humana foi tentado por diversos tipos de armadilhas do inimigo, no entanto, a palavra nos diz que Jesus não pecou.

É confortante saber que Cristo sofreu e venceu todas as tentações deste mundo em sua forma humana. Por isso irmãos; não devemos orar como se Deus não entendesse o que passamos aqui neste mundo. Deus está próximo e entende o coração do homem. É possível resistir às tentações, por intermédio daquele que nos comprou e nos justifica.

Veja o texto:

“Porque não temos um sumo sacerdote que não possa se compadecer de nossas fraquezas; porem, um que, como nós, em tudo foi tentado, mas sem pecado. Cheguemos, pois, com confiança ao trono da graça, a fim de sermos ajudados em tempo oportuno.” (Hb. 4. 15 e 16.)

É importante notar que podemos ser ajudados por Deus. Ele quer que o crente peça ajuda. Devemos entender que Deus não é um déspota, que está a milhões de anos luz do homem e não se interessa por ele por que tem muitas outras coisas a fazer. Pelo contrario, Deus está perto, Ele é Onipresente, Onisciente e Onipotente. O Espírito Santo habita em nós para nos consolar, exortar e fortalecer a nossa fé. Cheguemos com confiança ao trono da graça.

4. A intimidade do Senhor depende da fé.

“Sobre isso temos muito que dizer, mas de difícil interpretação, porquanto vos tornastes tardios em ouvir. Porque, desde a infância sabes as sagradas letras, que podem necessitais de que se vos torne a ensinar os princípios elementares dos oráculos de Deus, e vos haveis feito tais que precisais de leite, e não de alimento sólido. Ora, qualquer que se alimenta de leite é inexperiente na palavra da justiça, pois é criança; mas o alimento sólido é para os adultos, os quais têm, pela prática, as faculdades exercitadas para discernir tanto o bem como o mal” (Hb. 5. 11 a 14).

O exercício da fé nos leva a ter a intimidade com Deus. Não podemos desviar a nossa atenção do Senhor, e das coisas do alto, por que fazendo isto estaremos negligenciando o sacrifício de cristo na cruz. Devemos, antes, ouvir, mas não tardiamente a palavra e os ensinamentos para que possamos nos alimentar, espiritualmente falando como adultos; e não como crianças que se alimentam de leite. Enquanto não nos dedicarmos com inteireza ao Deus vivo, seremos como crianças imaturas na fé, e não teremos o prazer de provar as maravilhas que o Senhor reservou àqueles que foram chamados e escolhidos por ele.

Não despreze o que o Senhor nos reservou enquanto vivemos neste mundo.

É preciso frutificar!

“Porque a terra que embebe a chuva, que muitas vezes cai sobre ela, e produz erva proveitosa para aqueles por quem é lavrada, recebe a benção de Deus. Mas a que produz espinhos e abrolhos, é reprovada e perto está da maldição; o seu fim é ser queimada.” (Hb. 6. 7 e 8).

O solo é a nossa vida terrena, a palavra é a chuva.

O que temos produzido para o Senhor?

Irmãos; não desprezemos a voz do Senhor.

Graça e Paz!

Daniel D. S. Feres

May 20, 2009

Ezequiel 36 – Restauração

Filed under: Uncategorized — danilowdca @ 3:38 am
Veio a mim a palavra do SENHOR, dizendo:
  Filho do homem, quando os da casa de Israel habitavam na sua terra, eles a contaminaram com os seus caminhos e as suas ações; como a imundícia de uma mulher em sua menstruação, tal era o seu caminho perante mim.
  Derramei, pois, o meu furor sobre eles, por causa do sangue que derramaram sobre a terra e por causa dos seus ídolos com que a contaminaram.
  Espalhei-os entre as nações, e foram derramados pelas terras; segundo os seus caminhos e segundo os seus feitos, eu os julguei.
  Em chegando às nações para onde foram, profanaram o meu santo nome, pois deles se dizia: São estes o povo do SENHOR, porém tiveram de sair da terra dele.
  Mas tive compaixão do meu santo nome, que a casa de Israel profanou entre as nações para onde foi.
  Dize, portanto, à casa de Israel: Assim diz o SENHOR Deus: Não é por amor de vós que eu faço isto, ó casa de Israel, mas pelo meu santo nome, que profanastes entre as nações para onde fostes.
  Vindicarei a santidade do meu grande nome, que foi profanado entre as nações, o qual profanastes no meio delas; as nações saberão que eu sou o SENHOR, diz o SENHOR Deus, quando eu vindicar a minha santidade perante elas.
  Tomar-vos-ei de entre as nações, e vos congregarei de todos os países, e vos trarei para a vossa terra.
   Então, aspergirei água pura sobre vós, e ficareis purificados; de todas as vossas imundícias e de todos os vossos ídolos vos purificarei.
  Dar-vos-ei coração novo e porei dentro de vós espírito novo; tirarei de vós o coração de pedra e vos darei coração de carne.
  Porei dentro de vós o meu Espírito e farei que andeis nos meus estatutos, guardeis os meus juízos e os observeis.
  Habitareis na terra que eu dei a vossos pais; vós sereis o meu povo, e eu serei o vosso Deus.
  Livrar-vos-ei de todas as vossas imundícias; farei vir o trigo, e o multiplicarei, e não trarei fome sobre vós.
  Multiplicarei o fruto das árvores e a novidade do campo, para que jamais recebais o opróbrio da fome entre as nações.
  Então, vos lembrareis dos vossos maus caminhos e dos vossos feitos que não foram bons; tereis nojo de vós mesmos por causa das vossas iniqüidades e das vossas abominações.
  Não é por amor de vós, fique bem entendido, que eu faço isto, diz o SENHOR Deus. Envergonhai-vos e confundi-vos por causa dos vossos caminhos, ó casa de Israel.
  Assim diz o SENHOR Deus: No dia em que eu vos purificar de todas as vossas iniqüidades, então, farei que sejam habitadas as cidades e sejam edificados os lugares desertos.
  Lavrar-se-á a terra deserta, em vez de estar desolada aos olhos de todos os que passam.
  Dir-se-á: Esta terra desolada ficou como o jardim do Éden; as cidades desertas, desoladas e em ruínas estão fortificadas e habitadas.
  Então, as nações que tiverem restado ao redor de vós saberão que eu, o SENHOR, reedifiquei as cidades destruídas e replantei o que estava abandonado. Eu, o SENHOR, o disse e o farei.
  Assim diz o SENHOR Deus: Ainda nisto permitirei que seja eu solicitado pela casa de Israel: que lhe multiplique eu os homens como um rebanho.
  Como um rebanho de santos, o rebanho de Jerusalém nas suas festas fixas, assim as cidades desertas se encherão de rebanhos de homens; e saberão que eu sou o SENHOR.

Nao profane o nome santo de Deus! Nao profane o seu santo nome nesta terra!Pelo contrario, pela presenca do espirito em seu coracao assuma uma nova maneira de viver e restabeleca a santidade do nome Dele onde quer que voce viva! So ele pode te purificar com a verdadeira agua! “agua pura”, Irmao, por onde quer que voce tenha andado, viva em novidade de vida nao na escuridao das trevas! A pergunta que nao quer calar, Jesus é apenas teu salvador ou Ele é tambem o “senhor”, o dono da tua vida???

No amor de Cristo Jesus, que o Espirito Santo fale agora no seu coracao, confronte pecados, confronte estilos de vida! Soli Deo Gloria!

May 16, 2009

Padrao alto demais?

Filed under: Uncategorized — danilowdca @ 9:33 pm

louvor q liberta      Recentemente li pela segunda vez e me surprendi com este pequeno livro mas que traz grandes desafios. Escrito aproximadamente na decada de 70 nosso querido pastor e capelao Merlin Carothers nos deixa sedentos por Deus e pelos seu mover. Com uma historia envolvente, impactante , ele narra a historia de sua vida, de sua conversao, de seu batismo com o Espirito Santo e os sinais e prodigios que Deus fez atraves de sua vida. As vezes, pensei que estivesse lendo Atos dos Apostolos, tal quao grande era a semelhanca de algumas manifestacoes divinas, curas, libertacoes, milagres, visoes, e coisas que para muitos presbiterianos, como eu, seria dificil acreditar. Mas, muito mais do que o sobrenatural que é narrado, vejo que o tema principal do livro e que o autor nos coroa nos ultimos capitulos é a busca por louvar a Deus independente da circunstancia vivida. Ele mesmo nos relata que incialmente foi complicado para ele acreditar nisso, mas diz que quando se entrega totalmente a Deus com sinceridade de coracao, Ele trabalha as arestas que precisam ser arredondadas.

E queridos, eu peguei isso para minha vida e comecei a analisar, sera mesmo verdade? Sera que todas as coisas realmente cooperam para mim( Rm 8.28) ? Sera que quando tenho uma reprovacao na faculdade isso vai cooperar para mim? Sera que quando termino um relacionamento amoroso isso vai cooperar para mim? Sera que quando bato meu carro isso vai cooperar para mim? Melhor, sera que quando brigo em casa isso vai cooperar para mim? Sera que quando eu estou passando por uma dificuldade isso vai cooperar para mim? Sera que quando meus pais estao se divorciando isso vai cooperar para mim? Sera que quando no trabalho estou sendo pressionado isso vai cooperar para mim? Sera que quando estou atrasado e todos os sinais fecham isso vai cooperar para mim? Agora outra pergunta, sera que todas essas coisas vem de Deus?

Gente, as vezes é dificil para acreditarmos que Deus está deixando algumas dessas coisas acontecerem mas esta é a mais pura verdade. Deus está sobre cada detalhe de nossas vidas, pequenos e grandes. Ele está por tras de tudo que acontece na sua vida. Até quando vamos continuar limitando a atuacao de Deus em nossas vidas? E o mais importante nao é reconhecer isso, nao é aceitar isso mas e sim qual é a sua postura diante disso? O que voce faz quando acontecem coisas em sua vida que vao contra a sua vontade!? Voce simplesmente diz, ” Deus voce deve ter um motivo com isso”, voce acha que isso ja é demais pra voce?  Pois eu vou lhe dizer algo que talvez nao lhe faca bem a voce: AGRADECA A DEUS POR ISSO.  Quando voce tiver passando por uma extrema dificuldade em casa, no trabalho, no transito, na igreja, agradeca a Deus. Sim, agradeca a Deus quando voce estiver passando por um possivel divorcio, quando estiver sendo demitido, quando estiver batido o carro, quando estiver sendo injuriado, quando for reprovado em seu curso, quando seu futuro nao for como voce gostaria de ser, quando voce acabar um relacionamento de longa data, quando estiver passando por extrema provacao da sua alma. Agradeca a Deus , e peca instrucao e sabedoria para que ele abra seu entendimento para essa situacao, mas agradeca. Nao sou eu quem está falando, nao é nosso querido Merlin Carothers mas sim Deus está falando. Vejamos 1 Tessalonisenses 5.18: “Em tudo, dai gracas, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco” e mais Romanos 8.28, “Todas as coisas coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus “ .

Eu poderia parar aqui, poderia nao dizer mais nada , mas veja tambem o que Jesus disse em Lucas 6.20 -23: “Entao, olhando ele para os seus discipulos, disse-lhes: Felizes sao voces, os pobres, porque vosso é o reino de Deus…Felizes sois quando os homens vos odiarem e quando vos expulsarem da sua companhia, vos injuriarem e rejeitarem o vosso nome como indigno, por causa do Filho do Homem; Regozijai-vos naquele dia e exultai, porque grande é o vosso galardao no ceu; pois dessa forma procederam seus pais com os profetas”

Olha, este como Carothers disse, seria a forma mais alta de louvor e adoracao a Deus. É dificil porque vai contra a logica humana, vai contra os processos normais deste mundo. Mas eu quero lhe dizer uma coisa, se voce tem a Cristo no coracao como eu tenho, nós nao somos deste mundo querido. Nao pertencemos a esta era, a esta nocao de vida,  nós temos um lar eterno nos esperando , nós somos apenas embaixadores de Cristo aqui. E Cristo tem todas as coisas nas maos, nao se limite a crer que Ele se interessa somente pelas grandes coisas de sua vida, nao! Ele é o dono de todos os detalhes de sua vida. Aceite este desafio, a minha oracao é que o Espirito Santo esteja falando atraves desta palavra ao seu coracao, se puder leia o livro mas nao apenas o leia, leia pedindo modificacao de sua vida! Finalizo com as palavras de Carothers, “se puderem crer que a mae de Deus está nisso, e que isso é para o bem de voces, entao é so confiar Nele e comecar a dar-Lhe gracas, indenpendente da situacao que esteja”.

Soli Deo gloria

February 5, 2009

O entregador de flores.

Filed under: Uncategorized — feresdaniel @ 10:29 pm

Graça e Paz da parte de nosso Deus.

O que tenho hoje é algo simples mas muito precioso para compartilhar.

 É incrível o que Deus pode fazer na vida de uma pessoa!

Fico maravilhado como Deus muda a direção de uma vida de um instante para o outro.

Dias atrás ouvi algo interessante que muito me motivou para continuar a carreira crista com mais afinco que nunca.

As quartas-feiras reunimos em casa para estudar a Palavra. Passamos um momento com o nosso Deus, a cada semana somos presenteados com revelações preciosas da parte do Pai. A reunião começou como de costume, oramos, louvamos, sentimos a presença do Consolador entre nós, em seguida o pastor começou a ministrar sua mensagem. Foi muito bom; mas um fato peculiar aconteceu. Enquanto a nossa reunião se desenrolava um jovem rapaz se juntou ao grupo, cumprimentou a todos os presentes e se acomodou em uma cadeira vazia. Ao que parece, havia saído do trabalho e se dirigido logo ao local onde estávamos.

Ao final dos trabalhos, o pastor perguntou se alguém tinha algo a acrescentar. O jovem e franzino rapaz de cabelos desgrenhados pelas intempéries do dia logo ascendeu a sua mão pedindo a palavra. Todos pararam dando ouvidos, ele começou dizendo que havia aceitado Jesus como seu Salvador no Domingo próximo, e que já estava experimentando coisas maravilhosas na presença de Deus. Demonstrou sua alegria em ter sua vida, suas idéias, seus projetos mudados. Seus olhos brilhavam…

A segurança de deixar com que Deus cuide de todos os setores de sua vida é algo ímpar. Glória a Deus!!!

Usou uma comparação muito bonita. Disse que trabalhava antes com entrega de mensagens românticas. Então ele entregava flores. Quando batia à porta do destinatário, se postava bem a frente da entrada e tão logo a pessoa abrisse a porta ele mostrava as flores. As pessoas, na maioria das vezes não esperavam o presente, e ficavam maravilhadas e surpreendidas manifestando alegria com lindos sorrisos. Quando Deus entrou na minha vida foi assim disse o rapaz.

Eu abri a porta sem querer muito, mas recebi tudo.

Você pode fechar a porta, se recusar a abrir, fingir que não tem ninguém em casa, mas Deus estará sempre disposto a entrar, a visitar sua casa. Basta que você se disponha a recebê-lo em sua vida.

“Eis que estou à porta e bato: se alguém ouvir a minha voz e me abrir a porta, entrarei em sua casa e cearemos, eu com ele e ele comigo”(Ap 3,20).

Daniel D. S. Feres

December 29, 2008

A sexualidade sob a ótica de Deus

Filed under: Uncategorized — danilowdca @ 2:24 am

Nosso Deus criou algo maravilhoso para os seres humanos, a sexualidade. Essa forma de contato, que deve ser desfrutado dentro do casamento, tem se extraviado dos padrões feitos por Deus e apresentados em sua Palavra. Venho falar não como forma de preconceito ou desprezo, afinal, penso que respeito deve sempre existir, mas concordância já é outra coisa.

Como jovem solteiro, penso que como a Palavra nos diz, “… glorificai a Deus no vosso corpo.” 1 Corintios 6.20b, guardo meu corpo para minha futura esposa. Algo que era maioria há tempos atrás, hoje se conduz como forma de repreensão e exceção. Hoje houve uma grande inversão, as pessoas se conhecem primeiro sexualmente e depois vão se conhecer em outros aspectos. Se não bastasse isso a sensualidade está cada vez mais vulgarizada, a todo lugar que você olhe tem uma mulher ou homem seminu ou há um estimulo sexual direta ou indiretamente. Seja propaganda de parafuso, bebidas em geral, ate propaganda de carros, tudo tem pessoas “vestidas” não sei se é para tampar ou mostrar.

Outro aspecto que está vigente é o da livre escolha de sua “sexualidade”. O pensamento atual é não importa como, com quem ou de que maneira, o que importa é se você estiver feliz. Para tais ou mesmo para você que está lendo agora estou sendo muito careta não é mesmo? Mas quero te mostrar alguns fatos que estão nas Sagradas Escrituras, o padrão absoluto que deve guiar nossas vidas. Temos dois textos base, Gênesis 1.27 e Gênesis 2.24.

“Criou Deus, pois o homem a sua imagem, a imagem de Deus os criou, homem e mulher os criou” Gênesis 1.27.

“Por isso, deixa o homem pai e mãe e se une a sua mulher, tornando os dois uma só carne. Ora, um e outro, homem e sua mulher, estavam nus e não se envergonhavam” Gênesis 2.24.

Podemos enumerar uma serie de fundamentos de forma didática através desses dois versículos:

· Fundamento da autoria “Criou Deus… homem e mulher os criou…”, Deus como autoridade máxima criador de tudo que existe de forma perfeita criou dois sexos, masculino e feminino; não cabe ao homem, criatura de Deus, em sua insignificância diante de Deus criar novas modalidades de sexo, pois estará desobedecendo à autoridade de Deus;

· Fundamento da determinação- “… homem e mulher os criou…”, Deus não fez nada de errado para que o homem tente mudar, distorcendo um mandamento de Deus, não há liberdade de troca e nem escolha;

· Fundamento da finalidade “…deixa o pai e mãe une à sua mulher”, Deus fez o homem para se relacionar com sua mulher e mulher para com o homem, não homem com homem e mulher com mulher, é o Principio da Heterossexualidade;

· Fundamento da monogamia- “…à sua mulher…”, Deus não disse sua mulher e à sua mulher; por isso o homem deve se relacionar com uma mulher e a mulher com somente um homem;

· Fundamento da maturidade- “…por isso deixa o homem o pai e mãe…”, Deus nos fala que o exercício da sexualidade deve ser para o casamento, quando ambos, homem e mulher estão maduros para decidirem por si só e não dependerem de seus pais;

· Fundamento da complementaridade- “…tornando-se os dois uma só carne…”, ou seja, homem e mulher sendo um se completam exercendo a sexualidade em sua totalidade;

· Fundamento da aceitabilidade- “…estavam nus e não se envergonhavam…”, o homem aceitava a mulher e a mulher aceitava o homem; não havia vergonha nem rejeição;

Mas o que ocorre nos dias atuais é uma grande relativização dessa sexualidade. Na visão atual, tudo depende do referencial ou é variável com a circunstancia. Para esse mundo pós-modernista são vigentes outros fundamentos:

· Fundamento do amor- “toda forma de amor é válida”, se isso fosse verdade um estuprador não poderia ser preso se alegasse que fez por amor;

· Fundamento do direito- “todos são livres para terem a opção sexual que quiserem”, caso fosse verdadeiro um pedófilo estaria no seu direito em dizer que faz o que faz por pura opção sexual;

· Fundamento da democracia- “todos vivem numa democracia e podem escolher o que bem entenderem”, então por qual motivo existem as leis e regras?!

· Fundamento do coração-siga o que seu coração dizendo”, a essa afirmação tão usual em nossos dias deixo o seguinte texto, Jesus falando,“E dizia: o que sai do homem, isso é o que o contamina. Porque de dentro, do coração dos homens, é que procedem os maus desígnios, a prostituição, os furtos, os homicídios, os adultérios, a avareza, as malicias, o dolo, a lascívia, a inveja, a blasfêmia, a soberba, a loucura. Ora, todos estes males vem de dentro e contaminam o homem.” Marcos 7.20-23.

Coloco a todos esses fundamentos que regem a mente do mundo atual o seguinte texto encontrado em 1 Corintios 6.9 e 10:

“Não vos enganeis, em impuros, nem idolatras, nem adúlteros, nem efeminados, nem sodomitas, nem ladrões, nem avarentos, nem bêbados, nem maldizentes, nem roubadores herdarão o reino de Deus”.

Realmente, hoje digo com toda certeza que temos uma rebelião contra os valores feitos pelo Criador. Os homens achando que podem andar por seus próprios pés estão caindo cada vez mais em sua própria depravação. Julgam que isso seja liberdade, mas a verdade é que quanto mais nos encurvamos sobre nós mesmos, pensando estarmos livres, mais nos vemos escravos do pecado que habita em nós. Já pensou se um trem reivindicando mais liberdade resolvesse sair dos trilhos?

Portanto, saiba que Deus criou padrões, referencias para tua vida como para minha e para todos. Deixou o livro mais precioso onde podemos encontrar o “norte” de nossas vidas, a Bíblia Sagrada. Não deixe ser levado pelos padrões deste mundo que nos escraviza, acorrenta e nos aliena cada vez mais em nós mesmos e menos em Deus. Não existe amor maior do que esse, de dar seu próprio Filho para morrer em seu lugar, no meu lugar e no lugar de todos. Isso foi o que Deus fez por você e não porque você merecia e sim por causa do amor de Deus, a isso chamamos de Graça. E você o que tem feito com aquilo que Deus lhe deu (vida)? Você aceitou o que Jesus fez por você? Não tenha duvidas quanto a isso, CRISTO É O ÚNICO CAMINHO PARA SALVACAO!

“E não há salvação em nenhum outro; porque abaixo do céu não existe nenhum outro nome, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos” Atos 4.12

Soli Deo Gloria

Material feito por Danilo Aguiar após estudos realizados sobre o tema

November 5, 2008

Deus não muda e não mudará.

Filed under: Uncategorized — feresdaniel @ 1:49 pm
Tags:

 

João Batista foi o primeiro profeta do Novo Testamento; aparece depois de um hiato de quatrocentos anos sem comunicação do nosso Deus e Pai por meio de profecias. Sua vinda foi anunciada pelo profeta Malaquias.

“Eis que vos envio o profeta Elias, antes que venha o dia grande e terrível do Senhor; e converterá o coração dos pais aos filhos e o coração dos filhos a seus pais; para que eu não venha e fira a terra com maldição.” Malaquias 4: 5 e 6.

Este profeta é João Batista. Quando Malaquias diz estas palavras, se refere a um profeta como Elias, pois Elias já havia morrido há muito tempo. João Batista é o precursor do Messias.

João Batista foi separado por Deus para o propósito de trazer a mensagem de arrependimento ao povo.

“E terás prazer e alegria, e muitos se alegrarão no seu nascimento, porque será grande diante do Senhor, e não beberá vinho, nem bebida forte, e será cheio do ESPÍRITO SANTO, já desde o ventre de sua mãe. E converterá muitos dos filhos de Israel ao Senhor, seu Deus.” Lucas 1:14 a 16.

João Batista veio como fruto das promessas do Senhor ao seu povo.

“Como está escrito no profeta Isaías: Eis que eu envio o meu anjo ante a tua face, o qual preparará o teu caminho diante de ti. Voz que clama no deserto: preparai o caminho do Senhor, endireitai suas veredas.” Marcos 1:1 a 3.

A bíblia diz que João Batista vivia no deserto, se vestia de pêlos de camelo e se alimentava de gafanhotos mel silvestre. Quando o Senhor separa um dos teus filhos para um chamado, seja ele qual for, é natural que sejamos separados do mundo.

Hoje não vivemos reclusos fisicamente do mundo; a maioria de nós; mas enfrentamos a separação de idéia, de crença. Somos vítimas do preconceito das pessoas que não crêem. Isso se dá para que Deus possa preparar os teus escolhidos para a sua boa obra. Para que a obra seja completa. No entanto esta segregação não pode nos impedir de proclamar as boas novas de salvação.

Assim foi na vida de João Batista.

Ele era cheio do Espírito Santo desde o ventre de sua mãe. O Espírito Santo é quem nos ajuda, nos consola e nos prepara para a obra do Senhor. João Batista pregava por intermédio do Espírito Santo. E desta forma muitas pessoas foram alcançadas e convencidas de seus pecados por intermédio do Espirito Santo.

“e pregava dizendo: Após mim vem aquele que é mais forte do que eu, do qual não sou digno de, abaixando-me, desatar a correia das sandálias. Eu, em verdade, tenho-vos batizado com água; ele, porém, vos batizará com o Espírito Santo.” Marcos 1: 7 e 8.

“Então veio Jesus da Galiléia ter com João junto do Jordão, para ser batizado por ele, mas João se opunha dizendo: Eu careço de ser batizado por ti, e vens tu a mim? Jesus, porém, respondendo, disse-lhe: Deixa por agora, porque assim nos convém cumprir toda a justiça. Então ele o permitiu.” Mateus 3: 13 a 15.

O homem que é cheio do Espírito Santo não se envaidece. Ele está debaixo da vontade de Deus e sabe que o objetivo de sua missão não é para mérito próprio, não nessa terra. A humildade de João Batista nestas palavras mostra o quanto ele estava consciente de seu papel aqui nesta terra. Ele sabia que era o precursor do Messias.

Porque tinha intimidade com o Espírito Santo.

Meus irmãos em Cristo, quando o homem está debaixo da vontade de Deus, ele tem convicção em sua fé, porém quando o homem, por algum motivo, deixa de estar debaixo dos propósitos de Deus, o nosso acusador começa a agir, sugerindo pensamentos, filosofias, palavras que beiram a verdade, mas que não é a verdade, são sim caminhos de morte, de perdição. Quem se deixa envolver por essas correntes está fadado a perecer se não lhe houver um arrependimento verdadeiro.

Depois de ter feito todas estas coisas, João Batista foi encarcerado e começou, diante desta adversidade a duvidar que Jesus era mesmo o messias. Quando o homem se afasta de Deus, perde a sensibilidade, se torna mais exposto a dúvida. E o Espírito Santo se entristece.

“E João, ouvindo no cárcere falar dos feitos de Cristo, enviou dois de seus discípulos a dizer-lhe: És tu aquele que havia de vir ou esperamos outro?” Mateus 11:3

Amados, não entristeçamos o Espírito Santo.  A vida cristã é cultivada dia após dia.

Devemos ser fiéis até a morte. Não podemos ficar alheios à graça de nosso Deus.

O homem sem a ação do Espírito Santo em sua vida é nada.

Devemos sim nos espelhar na vida de Pedro, aquele que chegou a negar Cristo por três vezes, que cortou a orelha de soldado, mas que depois do Pentecostes, da descida do Espírito Santo, do Consolador, se tornou cheio, e fora transformado pelo poder de Deus, a ponto de em uma pregação sua três mil pessoas se converteram pela ação do Espírito Santo.

A vida de Paulo também é um exemplo da transformação que Deus pode operar.

E a nossa vida também deve ser um exemplo da transformação, Deus não muda e jamais mudará.

Daniel D. S. Feres.

 

 

November 3, 2008

Cegos e infrutiferos

Filed under: Uncategorized — danilowdca @ 10:41 pm

Estais cegos?

Pois bem continuando nossos estudos a respeito da multiforme graça de Deus e suas grandes repercussões em nossas vidas, estaremos falando de um texto extremamente confrontador e ao mesmo tempo estimulador. Estaremos baseando em 2 Pedro Capitulo 1 dos versos 3 aos 11. Palavra essa dada ao apostolo durante um tempo onde estava ocorrendo grandes pressões aos nossos conterrâneos celestiais na Ásia menor. Estes estavam sendo martirizados pelos ensinos filosófico-humanistas dos Gnósticos (gnosis, conhecimento em grego). Estes estimulavam uma separação entre corpo e alma, negando a diligencia pelo corpo, somente importando o que se fazia com a alma. Negavam a Cristo, e o zelo necessário de corpo e alma para um frutuoso crescimento cristão.

Nosso estudo será feito versículo a versículo com exploração de outros bíblicos para melhor entendimento do que foi exposto por Pedro. Peca orientação do Espírito Santo que testifique em seu coração todas as verdades colocadas.

Os versos 3 e 4 têm palavras importantes que nos chamam a atenção: “doadas”, “chamou”, novamente “doadas”. Vejo que todas foram colocadas para enfatizar que a nossa salvação não depende de nossos medíocres esforços. Sim, pois se fosse dependente de esforços humanos qual seria o padrão de esforço necessário para conseguir salvar-se? Já pensou em o que você poderia fazer para se redimir com Deus? Esqueça por um momento o sacrifício de Cristo (difícil eu sei), mas pense comigo, o que faria o teu esforço melhor que de outrem? Por isso Deus em sua imensa sabedoria e misericórdia entregou o seu Filho, Jesus, aqueles que o ignorava, o traia, o negava e o caçoava. Você seria capaz de entregar teu único Filho para teu inimigo? Então o apostolo inicia nessa linha de pensamento, Deus nos garante a salvação e tão somente isso e ponto!

Agora, continuando o verso 4 ao final temos, “as suas preciosas e mui grandes promessas, para que por elas vos torneis co-participantes da natureza divina”. Ou seja, a partir do momento que recebemos o presente de Deus chamado salvação entramos na co-participação da natureza divina, agora temos uma nova vida através de Cristo Jesus. Veja, “para que por elas”, elas quem? “pelas preciosas e mui grandes promessas”, estas são dadas somente por Cristo Jesus.

Mas a partir do momento que temos nova vida e somos co-participantes da natureza divina, o que temos que fazer para continuar nessa nova vida? Em vista de que nascemos de novo, é uma nova vida sem duvida nenhuma, mas ainda há pecado nela. Como então poderemos mais e mais ser participantes da natureza divina? A isso vem os próximos versículos responder!

O verso 5 inicia como resposta a pergunta anterior, “livrando-vos da corrupção das paixões que há no mundo”. Ou seja, não há como viver participante da natureza divina e ser mundano, envolvido pelo mundo que já não faz parte de sua natureza, agora você é participante da natureza divina lembra? E Pedro deixa bem claro o que Deus pensa a despeito daqueles que uma vez aceitam a Cristo, mas não se esmorecem para o mundo: “Portanto, se depois de terem escapado das contaminações do mundo mediante o conhecimento do Senhor e Salvador Jesus Cristo, se deixam enredar de novo e são vencidos, tornou-se o seu ultimo estado pior do que o primeiro. Pois melhor fosse que nunca tivessem conhecido o caminho da justiça do que, após conhecê-lo, volverem para trás, apartando-se do santo mandamento que lhes fora dado. Com eles aconteceu o que diz certo adágio verdadeiro: O cão voltou ao seu próprio vomito; e a porca lavada voltou a revolver no lamaçal”, isto se encontra mais a frente no cap.2 versos 20 ate 22. A pergunta que fica quantos de nós não já voltamos para nossos próprios vômitos? Quantos de nós não nos sujamos após sermos lavados?

E o apostolo Pedro segue nos dizendo como podemos fortalecer e alimentar a nossa nova natureza. Observe os versos de 5 ate 7. Inicia nos exortando da seguinte maneira: “reunindo toda a vossa diligencia”, diligencia significa zelo, cuidado, responsabilidade, ou seja, observe bem com todo o cuidado todas estas coisas que vou lhes dizer. E segue nos falando de 7 (será coincidência esse numero?) vamos dizer assim, estágios da vida crista que devem ser unidos com a fé. Veja, “associai com a vossa fé”; querem fé? Procurem exercitar todas essas virtudes e terão fé. Não adianta pedir, quero mais fé Deus, mas você não está preparado para receber? Prepare-se, associe estes princípios cristãos a tua fé e ela será aumentada, ”de gloria em gloria” como veremos adiante.

E dentro desses princípios o apostolo testificado pelo Espírito nos fala de grandes características cristas que devem incessantemente buscadas nessa jornada.

1. Virtude – característica que representa excelência moral; não podemos ser novas criaturas e ainda nos mancharmos com paixões carnais que anteriormente nos escravizavam; em Pedro temos o que parece ser uma separação entre os pecados e uma atenção dada a aqueles que seguem a carne. Veja, “porque o Senhor sabe livrar da provação os piedosos e reservar, sob castigo, os injustos para o Dia do juízo, especialmente aqueles que, seguindo a carne, andam em imundas paixões e menosprezam qualquer governo”, este escrito no cap.2 versos 9 e 10. Pois bem, diante disso reflitamos sobre nossas vidas e “especialmente”, não sou que estou dizendo, mas o apostolo, a bíblia, “especialmente aqueles que seguem a carne”.

2. Conhecimento – sim, como é vergonhoso saber que temos acesso a palavra da Deus toda escrita, em varias linguagens, idiomas, com tantos recursos áudio visuais, explicativos, e mesmo assim temos falhado em conhecer a Deus. Como podemos conhecer a Deus? Não tenho duvidas que Deus se faz conhecido através da Palavra de Deus. Esta é a fonte de todo conhecimento para todas as questões humanas. Não deixe este privilégio de fora da sua vida!

3. Domínio próprio – por muito tempo pensei que significava autodomínio, mas não. Este termo é etimologicamente vindo do latim que significa vamos dizer assim, dono próprio. Ou seja, que você tenha a noção de quem é teu dono! E a partir do momento que Cristo entra em tua vida não mais o diabo tem domínio sobre ela, ou seja, que é o dono agora é Cristo! Gloria a Deus por isso.

4. Perseverança – é interessante você ter em mente que sem sofrimento não tem no que perseverar; sim, em Tiago vemos que, ”tente por motivo de alegria o passar por varias provações porque uma vez confirmada à provação da tua alma, produz perseverança”, logo comece a olhar para cavernas e minas de tua vida não como um fardo, mas sim com a idéia de que somente nas cavernas e minas de mais difícil acesso é que são encontrados os tesouros mais valiosos!

5. Piedade – a partir do momento que você começar a passar pelas cavernas da vida terá compaixão daqueles que estão passando por aquela dificuldade, e ate poderá ajudá-los; a isto vem nosso próximo item,

6. Fraternidade – o amor fraterno é desenvolvido à medida que somos calejados pelos difíceis acessos das cavernas de nossas vidas. Percebemos o quão fácil pode ser nossa situação frente à de nossos irmãos.

7. Amor – este segundo o texto de 1 coríntios 13 é o “caminho sobremodo excelente”; sim entre fé, esperança e amor, este ultima é o maior dentre eles. E verdadeiramente o é, pois sem o amor de Deus para conosco, estaríamos ainda presos, escravizados pelo diabo e seus demônios.

Depois de expor essas características impares de uma vida bem aventurada, o apostolo continua sua exposição a despeito da vida crista. Aqui acredito estar o ponto chave, aquilo que separa os que estão em Cristo e aqueles que pensam estar em Cristo.

Ele inicia o verso 8 e expõe, “porque estas coisas, existindo em vós e em vós aumentando, fazem com que não sejais inativos, infrutuosos no pleno conhecimento de nosso Senhor Jesus Cristo.” Para melhor entendimento faremos o contrario, porque estas coisas, Não existindo em vós e não aumentando em vós, fazem com sejam inativos e infrutuosos. Você consegue perceber a gravidade do fato de não vivermos uma vida crista como a apresentada? Se não faz idéia quero tentar iluminar tuas idéias. Vá a João 15 e leia os dois primeiros versículos. Difícil entender? Vou esmiuçar, “Eu sou a videira verdadeira e meu pai o agricultor”, eu claro Jesus falando e seu pai Deus não é ? Continuando, “todo ramo que, estando em mim, não der fruto será cortado; e todo ramo que dá fruto limpa, para que produza mais fruto ainda”. Pois bem em palavras sem rodeios, aqueles que não dão frutos serão cortados; veja bem como Jesus nos diz, “estando em mim”, ou seja, existem pessoas que estão em Cristo e mesmo assim serão cortados! Não sou que estou dizendo é o próprio Jesus.

E o apostolo continua, verso 9 dizendo que, “pois aquele a quem estas coisas não estão presentes, é cego, vendo somente o que esta perto, esquecido da purificação dos pecados”, veja que o texto por muito tempo se mostrou como qualquer texto para mim, mas quando o Espírito Santo nos abre os olhos podemos entender e ver o que Deus quer de nós. Enquanto você não tiver uma vida crista frutífera, cheia daquelas 7 qualidades colocadas acima, você estará cego para aquilo que Deus está revelando em tua vida. E mais, quando somos cegos , não vemos e este fato nos impede de olharmos para nossas imperfeições. Somente quando Cristo abre nossos olhos temos a noção do quanto somos pecadores, do quanto precisamos da purificação espiritual. Quanto mais espiritual formos e menos carnais mais e mais veremos a necessidade de purificação em nossas vidas. Quando nem temos acesso a visão como iremos notar os erros e imperfeições em nossas vidas? Somente com um relacionamento intimo com o Pai é que seremos mais e mais libertos da velha natureza.

Diante de todo exposto o apostolo nos da a idéia do objetivo disso tudo. Verso 10, “por isso irmãos, procurai, com diligencia cada vez maior, confirmar a vossa vocação e eleição; porquanto, procedendo assim, não tropeçareis em tempo algum.” Diante disso então temos que confirmar a salvação? Segundo este texto, a nossa vocação e eleição serão confirmados pelos nossos frutos. E mais, ele nos garante que procedendo assim, não tropeçaremos, não é nem cairemos, mas sequer, tropeçaremos. Gloria a Deus por isso e pelo poder do espírito santo que nos confronta e orienta segundo o que pensar.

E por fim, conclui o apostolo dizendo que, “Pois desta maneira é que vos será amplamente suprida a entrada no reino eterno de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo”. É tremenda esta palavra! Pois desta maneira, ou seja, não existe outra maneira de entrarmos no reino de Deus. Somente desta maneira! É magnífico saber que nosso Deus é um Deus simples, e ao mesmo tempos grandioso em suas ações, pois nos da muito mais do que pedimos ou pensamos!

Há anos eu havia lido este mesmo texto como muitos já leram. Mas especialmente depois de ouvir uma pregação sobre tal texto é que espírito santo me trouxe tais pensamentos. Vida crista não se resume e esta longe de tal, de ir à igreja, de participar de ministérios da igreja, de ir aos encontros e congresso da vida, de fazer profissão de fé, de participar da ceia, de ser um exemplo externamente. Nada disso tem motivo tem valia se tua vida é infrutífera. Há algum tempo Deus tem falado comigo a respeito disso. Pois minha vida não está passando de mascaras, hipocrisias e infrutilidade. Domingo a domingo não sei se você assim como eu, faz aquele compromisso com Deus de se doar mais durante a semana, de ler mais a palavra, de orar mais, exercer verdadeiramente a vida crista! Mas durante a semana somos levados por diversos caminhos, menos para mais perto de Deus. Cansado disso, hoje eu me entrego para Deus para que Ele tudo de acordo com a vontade Dele. Entrego-me e trabalho! Entrego-me e vou para a palavra! Entrego-me e vou orar! Entrego-me e vou gastar tempo diante de Deus! Tempo insubstituível! Como você tem gastado o teu tempo com Deus?

Querido irmão que esta lendo esse texto agora ore para que Deus simplesmente nos faca frutíferos ore mais também busque a Deus com todas as tuas forcas. Que o espírito de Deus esteja trabalhando em nossos corações para que nos voltemos não para o lamaçal, mas para a realização da vontade de Deus! Em nome de Jesus, amém!

Soli deo gloria!

October 27, 2008

“Acaso para o Senhor, há coisa demasiadamente dificil?” Gênesis 18.14

Filed under: Uncategorized — danilowdca @ 7:50 pm

Graca e paz a todos os irmaos em Cristo e aqueles que ainda irão ser chamados para experimentar a boa e perfeita vontade de Deus em suas vidas. Mais uma vez, no estudo deste livro sagrado e prático, nos surpreendemos com as maravilhas de Deus e anseamos por experimentar desse poder em nossas vidas. Relendo esta parte do livro de Genesis pude chegar a conclusões e confrontacoes que somente o poder do Espirito Santo poderia ter feito em minha vida. Compartilharei com voces o texto que em Genesis 18.1-15.

Pois bem, estamos diante de uma frase que tem todo um contexto por trás, tem todo um sentido, por isso a Biblia nao pode ser interpretada pormenorizada e sim sobre ela toda. Nesta cena da historia de Abraao e Sara 3 homens, 2 anjos e o Senhor, estiveram diante deles. Foram recebidos por Abraao com o melhor do que eles poderiam oferecer mas eles nao haviam vindo para comer ou conversar mas sim para provar e avisar Abraao e Sara do que iria acontecer.

“Disse um deles”( 18.10) nos mostra que embora tres somente um deles deu a noticia, o proprio Senhor afirma : “Sara, tua mulher, daras a luz a um filho”. Continuando o texto vemos a reacao de Sara, “…riu-se, pois , Sara no seu intimo, dizendo consigo mesma: depois de velha, e velho tambem meu senhor, terei eu ainda prazer?”, mais uma prova de que foi o proprio Senhor que falou com eles, Sara nao havia rido em tom audilvel, “no seu intimo“, quem é que percruta o coracao dos homens? E entao o Senhor adverte Sara e joga esta frase maravilhosa em nossa frente: Acaso para o Senhor,( ou seja para mim), há coisa demasiadamente dificil?

Este versículo tem sido fonte de extrema analise e meditação por minha parte. Acho maravilhoso parar e pensar que estamos debaixo de um Deus ao qual não existe fronteiras. Diante desse fato me pergunto: quantas vezes não duvidei desse Deus? Não o procurei quando já havia tentado de tudo ao invés de procura-lo primeiro e ouvir a sua instrução?

Assim como isto nos atinge hoje, há tempos atrás um povo escolhido por Deus foi atingido. Os israelitas tinham um passado de pessoas com um estreito relacionamento com Deus, a começar por Jose. Este que foi usado e abençoado por Deus assim como varios outros na historia israelita, sempre tiveram problemas com a impaciencia que levava a idolatria e a traicao a Deus. E mesmo assim, vemos que Deus recebia de bracos abertos aqueles irmaos novamente, sera que é diferente hoje?

Não sei bem se foram os acoites e a vida escrava, mas a verdade é que o povo hebreu havia esquecido do Deus de seus pais. Foi preciso que Deus levantasse um homem, hebreu, mas criado como egípcio ,confuso e errante em terra estrangeira, com dificuldade na fala, para tira-los as vendas nos olhos. O resto da historia pra quem não saiba fica de Êxodos ate o livro de Josué.

Mas o que eu quero atentar é para o fato de que esse mesmo Deus dos israelitas é mesmo Deus de hoje. Podemos estar passando por dificuldades, aflições e ate mesmo sendo escravizados, mas lembre-se Jesus Cristo morreu para te salvar e te livrar de toda escravidão do pecado. Lembre-se de que Deus Pai deu seu único e amado filho para morrer na cruz por algo que não cometeu. Nós é que tínhamos uma divida com Deus mas Ele mesmo com a condição de credor pagou por essa divida e agora temos acesso a Ele. A isso nós chamamos de Graça. Quem de nós daria seu próprio filho pra salvar a vida de seu inimigo, de seu traidor?

Deus nos criou perfeitos, tínhamos livre acesso a Ele e o pecado “murou” este relacionamento. De tal forma que nenhum de nós teria ou tem condições de fazer alguma coisa para pagar por essa divida. Somente alguém perfeito sem pecado e sem macula poderia saldar tal divida. Ou seja estávamos mortos, sem saída e sem rumo, no fim do poço. E Deus novamente nos tira desse lamaçal através da morte de Jesus na cruz do calvário.

Por essa razão não esqueça de que Deus já te tirou da pior das piores situações. Não hesite diante de situações que se tornam quase nulas, frente da qual vivíamos um dia. Tenha sempre em mente de que Deus está acima de qualquer problema e dificuldade que você acha que tem. Ele é o Deus do impossível, Deus todo poderoso, um Deus que transcende a compreensão humana e ao mesmo tempo é um Deus pessoal, imanente.

Para nós que temos olhos limitados pelo pecado algo pode ser impossível, mas não para aquele que está acima de todas as coisas. Entregue pois toda tua preocupação, ou faça  melhor, dê sua vida para aquele que salvou da morte eterna e o trouxe para vida eterna.

“Não tenham medo. Fiquem firmes e vejam o livramento que o Senhor lhes trará hoje, porque voces nunca mais verão os egipcios que hoje vêem. o Senhor lutará por voces, tão somente acalmem-se.” Exodos 14.13 e 14

Graca e paz a todos os santos!

October 21, 2008

Crer e observar

Filed under: Uncategorized — feresdaniel @ 1:41 am
Tags: ,

 

Asa foi o terceiro rei de Judá. Reinou por quarenta e um anos sobre Judá, em Jerusalém.

Nos dias de Asa a terra permaneceu em paz por dez anos. O seu reinado ficou marcado por ser o reinado da alegria, reinado de paz.

Por que o reinado de Asa foi um tempo tão bom e pacifico para o seu povo?

A bíblia nos traz esta resposta. Em 2 Crônicas 14: 2 e 3 dizem tudo.

A E Asa fez o que era bom e reto aos olhos do Senhor, seu Deus, porque tirou os altares dos deuses estranhos e os altos, e quebrou as estátuas, e cortou os bosques. E mandou que Judá buscasse ao Senhor, Deus de seus pais, e que observassem a lei e o mandamento.@

Eis a resposta. Quando nos colocamos na vontade do Senhor, nosso Deus, nos colocamos debaixo de sua graça, e pela misericórdia Dele somos feitos livres de muitas amarras que nos prendem a este mundo material.

É mister um compromisso com Deus; assim como fez o rei Asa. O rei assumiu um compromisso com o Senhor de que mandaria Judá se render aos pés do Deus de seus pais. O Senhor se agrada quando se depara com um coração íntegro e sincero diante dele, um coração disposto a obedecer em verdade. Quando este compromisso é selado com Deus, Ele, por Sua parte, não nos deixa desamparados. É prazer do Senhor que vivamos alegres e despreocupados quanto ás inquietações que nos acometem a todo tempo.

É preciso confiar que o Senhor nos assiste em todos os aspectos de nossa vida. É preciso entender que Deus não tem prazem em castigar, que é um Deus bondoso e misericordioso.

Mas o que é preciso para agradar o coração de Deus?

É preciso mais do que ter um coração sincero e íntegro diante Dele. É necessário que deixemos para traz, atitudes que não são aprazíveis ao Senhor.

A idolatria não é aprazível aos olhos de Deus.

Em Êxodo 20 diz

A Não terás outros deuses diante de mim. Não farás para ti imagem de escultura, nem alguma semelhança do que há em cima dos céus, nem embaixo da terra, nem nas águas embaixo da terra e não te encurvarás a elas nem as servirás… A

Para que sejamos aprovados por Deus é mister abandonar toda idolatria. A idolatria não é somente no sentido tradicional – como é impregnado nas nossas mentes desde pequenos – como se encurvar diante de uma estátua ou artefato semelhante, para que este artefato interceda por nós diante de Deus. A idolatria vai além. Tudo aquilo que ocupa o primeiro lugar em nossa vida é idolatria. Pode ser o trabalho, o cônjuge, os filhos, um artista famoso, enfim tudo aquilo que ocupa o nosso pensamento no lugar que deveria ser ocupado pelas coisas do alto.

Acredito que muitas vezes somos idólatras e não sabemos. Ás vezes estabelecemos um compromisso para estudar a Palavra mas, quando se aproxima o momento desanimamos e decidimos por um motivo ou outro deixar para depois. Seria uma espécie de idolatria disfarçada ou consentida; porque no fundo sabemos que as coisas de Deus não estão ocupando o lugar devido em nossas vidas.

Um mal que assombra a vida cristã – que pode causar uma ferida de morte na carreira do crente – é a permissividade. São concessões que fazemos. São situações que invadem nosso pensamento, e se ali ficarem vão se tornar cada vez mais persuasivas ao ponto de tornarem-se uma ação; a ação.
A ação nos traz um sentimento de que algo errado está sendo feito. É preciso cuidado. A permissividade faz o crente perder sua sensibilidade das coisas do alto. É como uma lepra, acometendo o corpo a ponto de deformá-lo. Se a ação não for coibida, certamente se tornará um hábito. E aí, só a misericórdia de Deus para nos trazer de volta aos Seus braços.

Cuidado com a idolatria!

O reinado de Asa ficou conhecido por suas fortificações e projetos arquitetônicos para proteger suas cidades.

2 Crônicas 14: 6

A E edificou cidades fortes em Judá, porque a terra estava quieta, e não havia guerra contra ele naqueles anos, porquanto o Senhor lhe dera repouso. A

Quando tudo vai bem em nossa vida cristã, é enganoso pensar que se deve ficar parado. Asa mostrou isso construindo suas cidades fortes. Em uma aplicação mais pessoal á nossa carreira cristã associo a construção de cidade ao hábito de jejuar e orar. Quando os fazemos, estamos construindo muralhas, portas e ferrolhos no mundo espiritual. São essas fortificações que nos dão forças em tempos de guerra. Todavia, como toda construção, as fortificações espirituais precisam de manutenção. É preciso exercitar o jejum, a oração e a obediência para que sejamos retos diante de Deus, o nosso Pai. A manutenção preenche as frestas; não permite que um pequeno dano prejudique a estrutura toda.

Quando a guerra nos assola, se as medidas de precaução tomadas estiverem, o mal não nos atingirá, por que temos contato com o Deus Todo-Poderoso. Temos confiança Nele, estamos preparados, por Sua misericórdia para suportar os tempos nublados da vida.

Sl 91.11,12 Diz:
A Porque aos seus anjos dará ordens a teu respeito, para que te guardem em todos os teus caminhos. Eles te sustentarão em suas mãos, para não tropeçares nalguma pedra.@

Isso é maravilhoso. Quão confortante é saber que Deus nos protege e nos livra do mal, porque ele nos ama. Somos Seus filhos, co-herdeiros de Cristo. É a maior manifestação de amor que existe.

Não há nada no mundo que possa fazer com que Deus nos ame mais, ou menos do que Ele já nos ama. No entanto, Deus se agrade de um coração íntegro e sincero. Deus se agrada daquele que o serve com pureza e verdade. Esse terá bênçãos imensuráveis de Deus, por que mantem sua fé forte, faz manutenções diárias de oração, porque tem intimidade com o Pai.

Isso agrada o coração de Deus.

O que temos feito pra agradar o coração do Pai? Que estado se encontra nossa habitação espiritual.
É tempo de conserto. Chegue mais perto de Deus.

Daniel D. S. Feres.

 *post extraido de amensagemdafe.blogspot.com

Hello world!

Filed under: Uncategorized — feresdaniel @ 1:21 am

Welcome to WordPress.com. This is your first post. Edit or delete it and start blogging!

Blog at WordPress.com.